Meia cana de concreto
Aqui o sonho da sua construção se concretiza

De 2a. a 6a.: 8:00hs. às 12:00hs. - 13:00hs. às 18:00hs.
São Paulo -
     

    Pingadeira de concreto



         As capas para muro atendem à diversas medidas de largura. Normalmente, os muros são executados com blocos de concreto com 14 cm. eventualmente com o bloco de 19 cm. de largura, porém para optar por uma capa de muro, antes, deve-se medir a largura do muro, contando com o revestimento de argamassa dos dois lados. Opta-se por uma determinada capa, levando-se em consideração apenas a largura do bloco de concreto, quando o muro é executado com os blocos aparentes sem o revestimento de argamassa. Nesses casos, as capas podem se encaixar perfeitamente.

         É importante ressaltar que as capas para muro(pigadeira), são elementos de cimento vibrado, não armados(sem ferragem) e podem serem cortadas facilmente com máquinas de corte como a "Makita". Para fazer os recortes dos cantos(90º), recomenda-se colocar a capa sobre uma viga ou prancha de madeira(na posição contrária de assentamento), deixando apenas a parte a ser eliminada para fora da guia de madeira. Dessa forma, os cantos com 90º ficarão perfeitos. Convém nos encaixes, preenchê-los com a argamassa de assentamento, assim as capas se encaixarão evitando a infiltração da águas das chuvas ou lavagens.


         Após o término do trabalho, as capas podem serem pintadas com qualquer tipo de tinta(linha construção) e sobre o muro, fica simples de instalar cerca elétrica com concertina, melhorando a segurança do condomínio ou residência.

         Ressaltamos que os materias básicos utilizados na construção, possuem atração molecular por água e a retenção da umidade pode estimular o surgimento de fungos, criando uma crosta indesejável na parede da construção.

         Para resolver este problema, o peitoril é a melhor opção, além de dar a fachada uma definição arquitetônica muito agradável.

         No restante da fachada, recomenda-se a bunha ou o friso, que são reentranhas e saliencias criadas no revestimento das paredes externas. Esses elementos criam perturbações no vento que empurram a água da chuva contra a parede. Essas pertubações geram vácuos que impulsionam os pingos d'água, fazendo com que eles se precipitem mais rapidamente e caiam verticalmente ao solo, sem contato direto com a parede.




    subir